Faro distinguido em Roterdão por boas práticas de colaboração europeia

Faro distinguido em Roterdão por boas práticas de colaboração europeia

527
PARTILHE

No âmbito do “Rotterdamse Dakendagen” (os dias das açoteias da cidade de Roterdão) o Município de Faro foi distinguido no passado dia 31, com o título de “Roof Hero 2019” (herói da açoteia). O “Roof Hero 2019” é uma distinção concedida anualmente a uma pessoa ou instituição que tenha contribuído de forma inovadora, surpreendente ou sustentável, material ou imaterialmente, para o desenvolvimento do uso das açoteias ou para a chamar a atenção para estes espaços. Pela primeira vez este título foi entregue a uma pessoa/entidade de fora da Holanda.

A distinção foi entregue por Robert Winkel (membro do conselho Dakendagen e director dos Arquitectos May) e por Léon van Geest (director do festival).

Presentes na entrega do prémio, o Vice-presidente da Câmara de Faro Paulo Santos, a Vereadora Sophie Matias e o chefe de divisão de cultura Bruno Inácio, agradeceram a surpreendente distinção e afirmaram a disponibilidade de Faro para continuar a trabalhar nesta rede e assim desenvolver projetos inovadores e sustentáveis.

O Município de Faro foi distinguido tendo em conta o seu papel na organização do 1.º Encontro Europeu de Rooftops em Janeiro de 2019. Para a organização do “Rotterdamse Dakendagen”, este foi “um importante passo em frente no processo de cooperação para poder trabalhar para um ambiente mais verde num contexto europeu.”

Encontro Europeu de Rooftops decorreu no início de Janeiro em Faro

O Encontro Europeu de Rooftops decorreu no início de Janeiro em Faro e juntou cidades e organizações de Nicósia (Chipre), Milão (Itália), Linz (Áustria), Barcelona (Espanha), Antuérpia (Bélgica), Praga (República Checa) e Amesterdão e Roterdão (Holanda). Graças a este encontro foi possível estreitar relações e neste momento as cidades e organizações estão a trabalhar em conjunto com vista a formarem uma rede internacional informal e assim potenciar projectos de promoção conjunta de iniciativas interessantes voltadas para o uso sustentável das açoteias bem como a promoção da vida comunitária e cultural nestes espaços.

Em 2017 foi distinguido o Erasmus MC, um centro médico universitário em Roterdão, um dos mais progressistas do país. A arquitectura do Erasmus MC inclui muitas áreas verdes, com dois jardins exclusivos com cerca de 3000 m2. Estes são os maiores espaços verdes desta altura na Holanda. Em 2018 foi escolhida a organização “Green Deal Green Roofs” que trabalha com dedicação para impulsionar o desenvolvimento de novos modelos de negócio em açoteias e ainda o desenvolvimento de açoteias verdes.

Durante os dias 1 e 2 de Junho, cerca de 22 000 pessoas subiram aos edifícios da cidade de Roterdão. O Rotterdam Rooftop Festival, que quer mostrar o potencial das açoteias, foi este ano dominado pela ideia da “conexão”. O festival procurou por uma conexão na cidade. Literalmente, ligando diversos telhados e figurativamente usando um auditório como um palco para uma conferência de especialistas denominada “dia de conhecimento”.

Entretanto, é já este mês, nos próximos dias 20, 21 e 22 de Junho que acontece o AÇOTEIA – Faro Rooftop Festival, um evento cultural pioneiro em Portugal, que terá como palco dezenas de Açoteias da cidade, com um programa que abordará três grandes vertentes: arte, sustentabilidade e comunidade.

(ES/HF)

Facebook Comments

Comentários no Facebook