JSD/Algarve entrega fundos angariados em caminhada a Bombeiros Voluntários de Monchique

JSD/Algarve entrega fundos angariados em caminhada a Bombeiros Voluntários de Monchique

1475
PARTILHE
Iniciativa sensibilizou os jovens algarvios para a problemática dos incêndios florestais
(Foto D.R.)

A JSD/Algarve realizou, em Monchique, a 1.º edição da iniciativa “À Descoberta do Algarve”, em colaboração com a Junta de Freguesia de Monchique e com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Monchique.

Tratou-se de uma ação decidida pela Comissão Política Distrital da JSD/Algarve que consistiu na realização de uma caminhada pelo Troço do Moinho do Barranco dos Pisões, que teve como ponto de partida o Heliporto de Monchique.

“Foi uma manhã saudável, com muitos quilómetros de boa disposição, cujo objetivo passou por: sensibilizar os jovens algarvios para a problemática dos incêndios florestais, através do contacto direto com as zonas afetadas pelos fogos; acesso aos costumes e tradições, como a demonstração de moagem, no Moinho de Água do Poucochinho, tão bem demonstrada pelo Senhor Presidente da Junta de Freguesia, José Gonçalo, e angariação de valores para posterior entrega aos Bombeiros Voluntários de Monchique”, afirma a JSD/Algarve em comunicado de imprensa.

Após a caminhada, os jovens algarvios tiveram a oportunidade de conhecer os meios existentes de combate aos incêndios no Quartel de Bombeiros de Monchique e assistir a uma palestra, que teve como orador o comandante do Corpo dos Bombeiros Voluntários de Monchique, Rui Lopes, que transmitiu aos participantes a forma de atuação dos Bombeiros perante as mais diversas situações, assim como os procedimentos a adotar de forma a evitar os incêndios.

Finalizada a palestra, a iniciativa terminou com a entrega dos valores angariados à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Monchique.

Para Bárbara do Amaral Correia, presidente da JSD/Algarve, “uma estrutura política de juventude, deve apostar em atividades que permitam sensibilizar os jovens para as problemáticas vividas na nossa região algarvia, in casu, problema dos incêndios florestais, dotando-os de conhecimentos de prevenção”.

Bárbara do Amaral Correia diz que “acreditamos que, com este tipo de iniciativas, contribuímos para uma sociedade mais conhecedora do meio envolvente, mais solidária e, portanto, com uma intervenção cívica séria e construtiva”.

A JSD/Algarve pretende realizar mais edições desta iniciativa, nos 16 concelhos do Algarve.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook