Tavira mostra a força da dieta mediterrânica

Tavira mostra a força da dieta mediterrânica

206
PARTILHE
Feira da Dieta Mediterrânica arranca sexta-feira numa semana de programa recheado em Tavira
Feira da Dieta Mediterrânica arranca sexta-feira numa semana de programa recheado em Tavira

Luísa Amaro, Júlio Pereira, Le Ninfe della Tamorra e Rao Kyao e Eduardo Ramos são os senhores que se seguem nas subidas ao palco da Semana da Dieta Mediterrânica em Tavira, que teve início no passado dia 1, como o Postal noticiou (VER).

Mas a semana dedicada ao património imaterial da humanidade não se fica pela música e o que se propõe é mostrar todo o potencial de Tavira – concelho representativo da distinção de Portugal como património imaterial da humanidade pela UNESCO – e do Algarve em todas as vertentes em que o conceito de património imaterial se pode entender.

Celebrar a dieta mediterrânica é pois a palavra de ordem e para isso Tavira não se poupou a esforços. Lado-a-lado com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR) – que lança uma brochura sobre a temática (VER) -, a Região de Turismo do Algarve e a Direcção Regional de Agricultura e Pescas (DRAP Algarve), entre outras entidades, a autarquia liderada por Jorge Botelho faz jus à posição de cabeça-de-cartaz da classificação internacional atribuída a Portugal pela UNESCO.

Espaço ainda, nesta semana, para espectáculos de folclore, cante alentejano, performance poética e animações de rua, que vão encher as margens do Gilão, a baixa e zona histórica de Tavira numa policromia de saberes e modos de viver únicos de raiz mediterrânica.

- Pub -

A semana fez e faz-se, também, de seminários promovidos pela Universidade do Algarve, CCDR Algarve, DRAP Algarve, IN LOCO, EMPET e LNEG, a que se somam visitas às colecções de fruteiras de centro agrário e às exposições do Museu Municipal de Tavira. 

Feira é o ponto alto de uma semana em cheio

A segunda edição da Feira da Dieta Mediterrânica, que se realiza entre dias 5 e 7, sexta-feira a domingo próximos, é um dos eventos de maior relevo na programação desta semana dedicada ao património imaterial e tem a abertura agendada para as 18 horas de sexta-feira.

A autarquia liderada por Jorge Botelho revelou que o número de entidades participantes duplicou em relação à primeira edição. Neste segundo ano 120 instituições de todas as áreas relacionadas com a dieta mediterrânica marcam presença na feira, nomeadamente, nos domínios da agricultura e pescas, saúde e nutrição, cultura e património, actividade física, gastronomia e restauração e turismo cultural.

O programa apresenta atractivos para todos os gostos e promete uma feira institucional, mercado de produtores, oficinas de culinária, área de restauração e provas de vinhos e azeites, músicas e oficinas de danças mediterrânicas, bailes tradicionais, bem como, aconselhamento nutricional e cardiológico, jogos populares, exposições temáticas, lançamento de edições, brinquedos e jogos para crianças e uma exposição de espécies mediterrânicas.

Razões de sobra para fazer de Tavira um must nas visitas a agendar para o próximo fim-de-semana.

Facebook Comments

Comentários no Facebook